domingo, 22 de junho de 2014

Atitude desprezível é aquela em que o homem conhece outro homem não pelo seus valores e por seu sentimento, mas sim como se fosse ao restaurante experimentar se aquele prato é bom como disseram que era, se esquecendo de que o ser humano não é coisa e muito menos teste-gourmet. 


quinta-feira, 19 de junho de 2014

Bom é poder se libertar e não se corromper em sentimentos ruins que nos afligem a alma, não falo sobre religião e tampouco sobre o que é ser cristão ou não, falo mesmo sobre o que é se sentir bem - me sinto!

terça-feira, 17 de junho de 2014

Mãos que me afagam, que me colorem as horas, os olhos, os ouvidos e todo o resto que eu possa chamar de vida.Adoro os seus gestos e falas modestas, de peso forte e peito aberto.
...e foi então que percebi que o seu fel era a minha cura.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Beleza não se disputa,
se enxerga.

Bela é a forma que não é escrava do padrão!
No que podia ajudei, mas nem tudo posso resolver, e nem devo. Permito-me amadurecer todos os dias pois existem responsabilidades e escolhas que são só minhas. Permita-se amadurecer.

domingo, 15 de junho de 2014

O importante naquele momento foi a atitude e mais nada, me sinto bem por isto, independente de respostas, paz de espírito é uma coisa inexplicável.
Solidão é uma coisa estranha e o amor mais ainda.

Festa de casamento é carnaval.

( autoria de Renato Bazan )

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Eu te deixei todas as deixas, mas você me deixou, então agora não
se queixe. Beije o que restou, se
beije e me deixe.

Obrigada por tudo que não foi e por tudo que se foi. Diretamente me mostrastes o caminho, só precisava disso, só disso. Agora sigo como tu bem quisestes um dia, sem ti.

Sexta de nobre porcela sobre a seda azul.

(lua de Caetano com São Jorge em dia de Antônio)
O meu rio não precisa desaguar neste mar, ele pode escolher outro rumo.

(autoria de um colega que ainda não sabe que já é escritor)

(uma frase sino)

segunda-feira, 9 de junho de 2014

domingo, 8 de junho de 2014

Às vezes equivocadamente ou até mesmo de uma maneira ignorante, temos o costume de pensar que a prova sempre é para o outro, que a necessidade de amadurecer é sempre do outro, porque ele falhou conosco, mas e nós, será que somos tão perfeitos assim a ponto de não precisar aprender mais nada? Me pego pensando nisto, pensando que ser ou não mais amadurecida do que alguém em determinado aspecto, não faz de mim um ser perfeito, ao contrário, preciso tanto como o outro, evoluir também, talvez a prova seja para mim e eu só percebi agora.

domingo, 1 de junho de 2014

Somos moluscos, somos frágeis em um mundo de guerra, território de dor, por isso nos esforçamos para construir conchas resistentes, duras e frias de palavras.





Me perguntou se eu teria alguma coisa a perder, eu disse não, mas no fundo, eu nem sabia!
O primeiro namorado, depois que passa o tempo a gente guarda com carinho em algum lugar da gente, eu quando olho o passado, tenho a sensação de que nunca tive nada com alguém que um dia foi tudo, mas, é isso, deixamos de cuidar, de ver, de se relacionar e muitas coisas passam, passou. Quanto aos outros amores, quem sabe o tempo não faça igual? 

(uma esperança)
Saudade não é carne, é conversa!
A liberdade de se viciar é liberdade? A liberdade de colocar um problema no outro é liberdade? A liberdade de não ter liberdade é liberdade? O que é liberdade para você?