quarta-feira, 14 de maio de 2014

Aquela moça na fila me lembrou Macabéa, a diferença é que a personagem da Clarice é encantada pelas palavras, e principalmente pelas letras, mesmo sem saber ler qualquer sílaba, porém o ponto principal é que Macabéa comia papel - o engolia quando a fome apertava, do mesmo modo que a mulher daquela fila.

A hora da estrela de uma terça-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário